Conheça os Novos Cursos 2024

  • Banner Varejo Preço
  • Banner Investimento Preço
  • Banner Agro Preço
  • Banner Salton 01
  • Banner Novos Cursos
  • Baner Speakall Elza 04

ESG transforma negócios e promove futuro sustentável

Práticas ambientais, sociais e de governança impulsionam mudanças positivas na sociedade

Sustentabilidade e responsabilidade social se tornaram dois termos essenciais para discutir a sociedade atual. Isso porque, com o crescimento da população, emerge também a necessidade de frear as mudanças climáticas e voltar esforços para a redução das desigualdades sociais. A emergência dessa situação, tem feito com que empresas pensem melhor em como seus negócios estão atuando. É nesse cenário que nasce o ESG, uma sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança, e que encoraja uma série de abordagens em prol dessas mudanças.

Direcionar esforços para esses três pilares tem se mostrado essencial para a manutenção e crescimento de negócios, por exemplo. Uma pesquisa conduzida pela EY revelou que praticamente todos os investidores (99%), incorporam informações sobre ESG de empresas como critério decisivo para seus investimentos. Além disso, o estudo revela que 78% dos investidores compartilham da opinião de que as empresas devem realizar investimentos que levem em conta questões ambientais, sociais e de governança.

Essa mudança de mentalidade tem transformado o modo como os negócios são feitos também no Brasil. Por aqui, uma pesquisa da Aberje revelou que 95% das empresas têm o ESG como prioridade. Em outro levantamento, realizado pelo IBM Institute for Business Value (IBV), os dados mostram que o tema tem sido tratado por 48% dos CEOS como prioridade máxima. Esses números apontam para a relevância que as estratégias ESG têm conquistado junto às empresas brasileiras ao auxiliar no enfrentamento dos desafios atuais.

 

 

O impacto do ESG nos negócios

São diversos os fatores que fazem com que cresça a preocupação por superar os desafios ambientais, sociais e de governança. Entre eles, evidentemente, está a atenção pela sustentabilidade do planeta, já que as mudanças climáticas, que desencadeiam desastres naturais e eventos extremos, representam perigo para safras, infraestruturas de produção e logística e toda a cadeia de suprimentos. Outro aspecto é a atração e retenção de talentos e clientes. Isso porque, as novas gerações valorizam cada vez mais o propósito e sustentabilidade das empresas em que trabalham ou das quais consomem.

Não à toa, negócios que adotam práticas ambientais, sociais e de governança têm demonstrado um desempenho financeiro superior ao de seus concorrentes em períodos de tempo mais curtos. Conforme um estudo desenvolvido pelo Pacto Global da ONU no Brasil em parceria com a Stilingue, 78,4% das organizações participantes integraram o ESG em suas estratégias. Em contrapartida, 8,9% das empresas experimentaram perdas de negócios ou clientes devido à ausência dessas condutas. Isso evidencia o crescente nível de consciência dos consumidores, que preferem apoiar empresas comprometidas com questões ESG.

Os pilares ESG e os impactos positivos

O ESG representa um movimento global em direção a um modelo mais sustentável e responsável, pois ao considerar os aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa, as empresas podem contribuir para uma realidade melhor, promovendo a preservação do meio ambiente, a justiça social e a integridade nos negócios.

Para isso, no âmbito ambiental, as empresas têm se concentrado em iniciativas com enfoque em sustentabilidade, com treinamento e ações de redução, reciclagem e destinação sustentável de resíduos, por exemplo. Essas iniciativas buscam conscientizar as pessoas, incentivando uma mentalidade de responsabilidade ambiental, na mesma medida em que adota práticas para a gestão eficiente desses resíduos. A redução de emissões de gases de efeito estufa também é um tema importante, especialmente na indústria, infraestrutura, comércio e agronegócio. Nesses setores a crescente adoção de fontes de energia renovável, compensação de emissões e a otimização dos processos produtivos tem auxiliado a enfrentar esse desafio.

Nas questões sociais de ESG, os esforços são voltados para a construção de ambientes mais justos e igualitários. Para isso, é realizada a promoção de ações de letramento e valorização de diversidades e de grupos minorizados, fazendo com que cresça a presença dessas pessoas no ambiente corporativo e em cargos de liderança. Também dentro desse pilar, as empresas têm buscado promover a saúde e bem-estar dos colaboradores. Horários flexíveis, iniciativas de apoio emocional e promoção do equilíbrio entre vida profissional e pessoal fazem parte das estratégias adotadas.

Já em governança, as principais práticas envolvem a adoção de um código de ética e comportamento que garanta a transparência e a eficácia na gestão dos negócios. Com esse objetivo, é comum que as empresas atuem mais fortemente no desenvolvimento da cultura, valores e propósito, além da implementação de políticas de compliance, ou seja, de diretrizes internas para assegurar o cumprimento de leis e normas.

Com o poder de revolucionar de forma duradoura e promover mudanças significativas em negócios e na sociedade, o ESG não é apenas uma tendência momentânea. Esse é o momento para a adoção de práticas conscientes e sustentáveis que contribuam para a construção de um futuro melhor e mais inclusivo para todos.

de Falando de Sustentabilidade, 


artigos mais recentes

Expointer 2023

Expointer 2023

A maior feira do AgroNegócio da America Latina começou, Unisinos Performance e FARSUL estão presentes com muito conteúdo educacional.

Leia mais
Parceria de Sucesso no Agro

Parceria de Sucesso no Agro

Unisinos, Farsul e Band unem forças para melhorar a educação executiva no Agronegócio.

Leia mais